O prazer sem carne

 

Por motivos de saúde? Por respeito aos animais? Porque pega bem?
Por que a vida sem carne atrai cada vez mais pessoas?

 

 

 

COPO DE FERRO
Usado pelos indianos para suprir falta
do nutriente

Comer carne é bom. Talvez não para a saúde, mas certamente para o paladar.
Por isso mesmo o senso comum costuma dizer que comida vegetariana é
necessariamente insossa e sem graça. Mas o senso comum, como freqüentemente
acontece, está errado. Se a culinária vegetariana cria verdadeiros monstros em
países sem tradição no assunto – como os milk-shakes e os hambúrgueres de soja
-, ela já gerou, há séculos, culturas gastronômicas de primeira linha nos três
países com as maiores populações vegetarianas: China, Índia e Tailândia. O chef
indiano Dinesh Rajput, do restaurante Delhi Palace, em São Paulo, afirma que,
mesmo os indianos carnívoros – que existem, sobretudo, entre a população
muçulmana – comem carne, frango ou camarão somente uma ou duas vezes por semana.
O restante das refeições é vegetariano. Como isso pode ter graça? 

A resposta é: variedade. O pozinho que costumamos chamar de curry no Brasil é
apenas a versão industrializada, padronizada pelos ingleses, de um dos milhares
de receitas de curry (molho, em indiano). Cada um deles é feito com pelo menos
20 ingredientes – incluindo alguns que, no Brasil, são encontrados apenas em
farmácias de manipulação. Para evitar a mesmice, um mercado indiano tem em média
15 tipos de lentilha. Os temperos indianos vão do óleo de mostarda – aromático e
caríssimo – ao sal negro, com alto teor de minerais, ou ao chat masala, pó de
manga seca jogado sobre as frutas. Nenhum indiano que viva acima da linha da
miséria faz uma refeição com menos de dez tipos de vegetais. A mesma política
vale para os tailandeses.Eles realçam seus pratos com molhos de ostras,
camarões, amendoim ou temperos como pimentas e capim-limão. 

Infelizmente, restaurantes que seguem essas culinárias, abundantes em
diversas cidades da Europa e dos Estados Unidos, ainda são raros no Brasil.
Rajput, que também já dirigiu um restaurante tailandês, sugeriu uma receita
vegetariana com ingredientes disponíveis nos supermercados.

 

 
  Ingredientes
• 1 batata
• 3 buquês de couve-flor
• 1/2
cebola
• 1/2 colher (café) de cominho em grão
• 1/2 colher (café)
de gengibre picado
• 1/2 pimenta-verde
• 1 colher (sopa) de óleo de
soja
• 1/2 tomate
• 1/2 colher
(café) de cúrcuma
• 1/2 colher (chá) de curry n
• 1/2 colher (sopa)
de coentro verde
• 2 colheres (chá) de coentro em pó
 

Modo de
preparo

Cozinhe a batata em cubos. Esquente uma frigideira com
o óleo, o cominho em grão, a cebola picada e a pimenta-verde. Deixe até
dourar. Junte o alho, o gengibre, a cúrcuma, o coentro em pó, o curry e o
tomate picado. Em seguida, coloque a batata e a couve-flor. Tempere com
sal a gosto. Salpique com o coentro verde.  

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: