Declaração Universal de Bem-Estar Animal (DUBEA)

Tartaruga marinha

O futuro do bem-estar animal está no reconhecimento de que os animais importam. A WSPA está lutando por isso na forma de uma Declaração Universal de Bem-Estar Animal (DUBEA).
Uma declaração afirmando nossa obrigação de respeitar os animais e suas necessidades de bem-estar teria um impacto de longo prazo no bem-estar de bilhões de animais e pessoas em todo o mundo.
Um acordo sobre a importância de um assunto afeta as atitudes das pessoas, e atitudes refletem ações.

O que é?

Uma Declaração Universal de Bem-Estar Animal seria um acordo entre pessoas e nações estabelecendo que:
  • Os animais são seres sencientes e, por isso, sensíveis ao sofrimento.
  • As necessidades de bem-estar dos animais devem ser respeitadas.
  • Os maus-tratos contra os animais têm que acabar para sempre.

O que ela conseguirá?

A adoção de uma DUBEA pela ONU iria:
  • Determinar o bem-estar animal como questão internacional
  • Incentivar a melhora e o cumprimento da legislação nacional de bem-estar animal, ao estabelecer parâmetros para os governos.
  • Reconhecer o bem-estar animal como fator primordial na elaboração de políticas ambientalistas e humanitárias.
  • Encorajar as indústrias que usam animais a colocar o bem-estar deles em primeiro lugar.
  • Reconhecer os riscos causados por fatores ambientais, tais como mudanças climáticas, perda do habitat e poluição, para os animais.
  • Criar uma atitude mundial mais solidária com o bem-estar animal, considerando suas necessidades e habitats.
Uma declaração também melhoraria as vidas de mais de um bilhão de pessoas que dependem dos animais para sua subsistência, e outras tantas incontáveis que buscam animais para companhia.
A Declaração Universal traria benefícios para a saúde humana – o bem-estar animal contribui para sistemas de criação sustentáveis e para uma maior segurança das fontes alimentares dos humanos.
“Mais de um bilhão de pessoas no mundo depende diretamente dos animais para sua sobrevivência, e no Quênia não é diferente… As pessoas no meu país sabem disso. Quando ocorre uma seca, muitas vezes damos água aos nossos animais antes mesmo de saciar nossa própria sede”. Hon Noah Wekesa, Ministro da Educação, Ciência e Tecnologia, Quênia.

CRÍTICA À DECLARAÇÃO UNIVERSAL DE BEM-ESTAR DOS ANIMAIS

Declaração Universal dos Direitos dos Animais

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: