Como ser um bom vegetariano

Embora a alimentação seja um fator importante para mantermos a saúde, ela não é o bastante por si só. Se uma pessoa é vegetariana, mas não toma sol e passa a vida sentada em ambientes confinados, se não mastiga direito, abusa de doces, de alimentos fritos ou gordurosos ou se, além disso, fuma ou usa bebidas alcoólicas (o que é raro entre os vegetarianos), ou, ainda, entrega-se a trabalhos excessivos e passa noites mal dormidas, evidentemente o seu vegetarianismo não valerá muito. Além disso, o fator moral e o equilíbrio sexual e emocional desempenham papel importantíssimo na saúde física e mental do indivíduo.

Ser um bom vegetariano não é, simplesmente, suprimir o uso da carne. É necessário ter-se conhecimentos gerais acerca da Ciência da Nutrição, a qual, embora em desenvolvimento, já nos fornece um conjunto de conhecimentos fundamentais.

Outros pontos importantes a serem considerados

* Coma calmamente, em ambiente tranquilo e aprazível tanto quanto possível.
Se estiver muito apressado, ansioso ou nervoso é melhor não fazer a refeição ou comer o mínimo.

* Mastigue bem os alimentos. Na saliva estão contidas enzimas (ptialina) essenciais ao processo digestivo.

* Não beba, ou beba o mínimo durante as refeições.

* Evite comidas e bebidas muito quentes ou geladas, elas também perturbam a digestão.

* Procure com bom senso e gradualmente aplicar a seguinte regra genérica:
utilizar alimentos crus, naturais e integrais, de fontes vegetais e não animais, e evitar alimentos cozidos, industrializados e refinados.

* Não misture muitos alimentos numa mesma refeição. Como disse Hipócrates, “os manjares muito variados e diferentes guerreiam entre si no corpo, porque um já está digerido enquanto que o outro ainda não está.”

* Procure aumentar seus conhecimentos científicos a respeito da nutrição. É melhor um conhecimento deficiente que nenhum.

* Procure andar calmamente após as refeições. Sempre que possível busque estar ao ar livre, bem como banhar-se ao sol, ainda que por poucos minutos, de preferência na primeira parte da manhã ou à tarde, com sol não muito forte.

* Ao mudar qualquer hábito alimentar, sobretudo ao tornar-se vegetariano, faça-o progressivamente. Mesmo que seja apenas a mudança para o pão integral ou coisas simples assim, inicie com pequenas quantidades e aumente segundo sua tolerância.

* Principais vícios do vegetarianismo desinformado: excesso de comidas fritas e gordurosas e excesso de massas, farinhas e doces.

Filmes:

Meet your Meat (Conheça sua Carne)

Earthlings (Terráqueos)

Chew on This (Pense Nisso)

A Carne é Fraca tem causado polêmica e de uma forma geral tem ganho adeptos em todo o mundo.

Instituto Nina Rosa – projetos por amor à vida.

2 responses to this post.

  1. Posted by Robson Rodrigues Rossit on Março 17, 2014 at 15:21

    Olá,
    O livro DAF: A Essência Perdida, de I. di Renzo, em e-book, no site da Amazon ponto com ponto br, contém uma abordagem de interesse à todos aqueles que se preocupam com uma alimentação saudável e uma vida mais humana.
    O livro narra a origem e a provável “causa” dos transtornos comportamentais, após a agricultura e o consumo de bebidas alcoólicas e aponta um grave problema no consumo do álcool, por pessoas em idade fértil, nunca antes observado, imaginado ou pesquisado até hoje.
    Abraços

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: