E o LEITE?

O ser humano é, provavelmente, o único animal que dá continuidade ao consumo de leite após o desmame.Tal como nos outros animais, o bebé é alimentado com leite animal, normalmente, até ao seu primeiro ano de vida. Após esta fase e, ao contrário do que acontece com os outros animais, é aconselhado o contínuo consumo de leite animal apresentando argumentos em seu benefício que vão desde o auxiliar no crescimento do bebé até ao facto de proporcionar um melhor desenvolvimento e desempenho físico.

Leite: a clara crueldade não só com o bezerro!

Todos os animais mamíferos foram presenteados pela natureza com leite próprio para cada espécie. Por que só a espécie humana se alimenta e/ou alimenta seus “filhotes” com o leite específico de outra espécie?
Se o homem tivesse quatro compartimentos no estômago e precisasse crescer tão rapidamente como o bezerro, talvez tirasse algum proveito deste líquido tão alvo e tão carregado de gordura, mas não é esse o caso.
Não foi à toa que o Ministério da Saúde, numa página do INCA – Instituto Nacional do Câncer – alertou que o leite integral e seus derivados se consumidos regularmente durante longos períodos, parecem fornecer o tipo de ambiente que uma célula cancerosa necessita para crescer, se multiplicar e se disseminar. Por possuir muita gordura e alto teor de proteína que conjugada com outras proteínas, o leite pode provocar a perda de cálcio no corpo, ocasionando a osteoporose. O leite que ingerimos vem recheado de fezes, grande fonte de bactérias, que chegam à nossa mesa com milhões de células somáticas (conhecidas como PUS). Na Comunidade Européia e no Canadá só é permitido 400.000.000 de pus por litro, em outros locais não saberia dizer. É certo que a pasteurização é feita mais de uma vez antes de se chegar à mesa, mas somente 15 segundos por vez e à temperatura de 72ºC, o que gera muita desconfiança, já que a água para ser esterilizada precisa ser fervida a 100ºC por vários minutos!
O conteúdo de colesterol de 3 xícaras de leite é equivalente a 53 fatias de bacon. É uma ilusão considerar o leite de animais um fornecedor de cálcio insubstituível, pois a CASEÍNA, um tipo de proteína do leite, impede que o cálcio seja absorvido pelo organismo humano.

Alguns pediatras apontam a caseína como a principal causa da mucosidade, congestão e dores de ouvido na infância. Com essa mesma CASEÍNA se fabrica uma cola muito forte, que é utilizada na carpintaria e na fixação de rótulos em garrafas. O ser humano, em quase sua totalidade, aos 3 anos de idade já não possui as enzimas necessárias para decompor e digerir o leite que são a RENINA e a LACTASE, daí tantos problemas com o consumo do mesmo e seus derivados. O leite desnatado ainda é pior para o consumo que o leite integral, não se iludam!

O consumo de leite e seus derivados tem ligação com: bronquite, asma, osteoporose, enfisema, colesterol, alergia ,diabetes, doenças coronárias, neoplasias malignas, problemas respiratórios, problemas de pele, doença de Crohn, prisão de ventre, cefaléias ( dores de cabeça) e outros.

Atualmente, uma vaca produz dez vezes mais leite do que sua natureza permitiria, graças aos hormônios que lhe são conferidos. As vacas são tratadas como máquinas: não tomam sol, não amamentam seus filhotes, e para combater as doenças, vários antibióticos lhe são ministrados além dos pesticidas. Quanto aos bezerros, são retirados de sua mãe assim que nascem, não lhes sendo permitido mamar nas tetas da mesma. São confinados em engradados de madeira ou ferro para que não se movimentem e assim produzirem a carne de vitelo, mais uma vez, para a satisfação humana!

O organismo humano pode produzir a gordura de que necessita através do consumo de hortaliças, exatamente como o faz a vaca. Em relação ao cálcio há uma grande disponibilidade do mesmo na natureza, não sendo necessário ao homem participar diretamente de tanta crueldade com nossos irmãos, que o digam a vaca, o cavalo, o elefante, a girafa e outros, pois todos os mamíferos, a maioria vegetarianos por natureza, se alimentam do leite da própria espécie quando bebês e de legumes, frutas e verduras , quando adultos, possuindo ossos fortes e saudáveis.

O massacre dos animais é também um ato do ser humano contra si próprio. Nós o praticamos porque estamos mergulhados em relações sociais que nos cegam. Enxergar nas outras espécies seres que sentem e sofrem é um enorme passo para nos livrarmos das brutalidades que cometemos entre nós mesmos.” – Le Monde Diplomatique

Por: Fátima Borges Pereira – Professora de Português e Teatro Infantil, Poetisa, Artista Plástica e Vice-presidente da Ong. DAAJ – Defesa Animal e Ambiental com Apoio Jurídico.

Fontes:
http://www.notmilk.com/badbones.html
www.taps.org.br
http://www.nutriveg.com.br/tomou.htm
http://www.inca.org.br/cancer/hab_alimentares.html
www.svb.org.br
www.escolhavegan.cjb.net
http://diplo.uol.com.br/2006-08,a1387

*******
Fátima Borges – artista plástica, poetisa, professora de português e teatro infantil;
colunista do site Petgree – www.petgree.vet.br ;
vice-presidente da Ong DAAJ ( Defesa animal e ambiental com apoio jurídico);
colunista do site Florais e Cia – www.floraisecia.com.br

Fonte do texto: Sítio Veg

“Leite, alimento ou veneno?”

O Leite contém poderosos hormônios de crescimento provenientes de vacas tratadas com proteína bovina geneticamente modificada. Esta realidade é fruto de séria controvérsia trazida à luz pela engenharia genética, e colocou a indústria de laticínios americana sob uma investigação rigorosa.

Fruto de exaustiva pesquisa, este livro investiga como foram usados bilhões de dólares da indústria de laticínios norte-americana para influenciar a FDA e o Congresso americano assim como a comunidade científica e médica, enganando o consumidor sobre os perigos do Leite e produtos dele derivados.

Comprimidos para dor de cabeça, sprays para nariz entupido, descongestionantes e anti-histamínicos para aliviar sintomas de alergias enchem as prateleiras das drogarias e farmácias. São necessários laxativos para aliviar gases intestinais, inchaço, diarréia e síndrome de intestino irritado causado por intolerância à lactose, que incomodam ¾ da humanidade.

Sem o consumo de laticínios, talvez não fossem precisos todos esses antídotos. Meticulosamente documentado, escrito num estilo informal e cheio de vida, pontuado de humor irreverente, este livro vai mostrar que o leite é um perigo real para a sua saúde. Não se preocupe com o que você vai pôr nos flocos de cereais. O autor oferece muitas sugestões para substituir o leite.

Robert Cohen estudou psicologia fisiológica e fez especialização em psicobiologia no Southampton College da Universidade de Long Island, além de realizar pesquisas científicas no campo da psiconeuro-endocrinologia onde estudou a influência dos hormônios sobre a química do cérebro e o comportamento subseqüente dos mamíferos.Estudou genética, endocrinologia e fez cursos de histologia e fisiologia dos mamíferos. Dedicou vários anos de sua vida à pesquisa do material que constitui a base principal deste livro, documentando a existência de permanente lobby político que confundiu a opinião pública omitindo pesquisas que provaram que o leite não é um bom alimento.

Robert Cohen- LEITE – Alimento ou Veneno – Editora Ground

14 responses to this post.

  1. Posted by Paulina on Novembro 7, 2013 at 21:45

    muito bom o texto parabéns

    Responder

  2. Posted by Lívia on Julho 7, 2013 at 23:45

    Olá. Sou ovo-lacto a um ano. Tenho pretensões de aderir ao veganismo mas, desculpe a falta de sabedoria, eu não consigo compreender por quê tomar leite é errado e cruel com os animais. Gostaria de um motivo pra me impulsionar, pois ser vegana é um real desejo. Agradeceria muito a resposta.

    Responder

    • Posted by david on Abril 28, 2014 at 22:31

      e mais saudavel, precisas de mais razoes que isso ahah

      Responder

    • Olá Lívia antes de eu ser vegana eu já evitava leite pois penso o leite de um animal não deve ser alimento de um humano e os seres mamíferos bebem leite só até um período em suas vidas vejo o leite do animal como um alimento desnecessário ao ser humano

      Responder

  3. Posted by Rosi on Julho 13, 2011 at 18:34

    Só queria saber pq a grande maioria dos vegetarianos são radicais e agressivos,outro dia estava aberta um debate sobre pessoas vegetarianas e as q não são,fui dar meu parecer dizendo q estava em fase de me tornar uma…meu Deus fui tão agredida verbalmente q me chocou com tanta violência vindo exatamente de quem é todo paz e amor.
    O q os vegetarianos tem q entender q o processo p/ se tornar um é longo e pecaminoso…mesmo pq ninguém nasce vegetariano…alguns tem q pegar leve, se convence pessoas com informações e não com ataques.

    Responder

    • Parabenizo seu esforço em se tornar uma, conte comigo.!!!

      Não é verdade que não nascemos vegetarianos. Nascemos e logo somos lactentes _salvo exceções_ nosso único e exclusivo alimento é o leite materno. Por tanto nascemos lactentes.
      O que quer dizer:” que o processo de se tornar vegetariano é longo e pecaminoso?!!!.” Longo?…. pode até ser _ cada um tem ritmo e vontades próprias. Mas pecaminoso?!!! É na verdade libertador!!!

      Responder

    • Olá a questão de ser agressivo não é só dos vegetarianos existem muitos vegetarianos que não aprenderam aceitar o modo de vida que têm outras pessoas temos que suportar outras pessoas mas si elas estiverem erradas isso não significa que elas não precisam saber de que estão

      Responder

  4. Posted by Maria Madalena on Julho 4, 2011 at 09:43

    olá soube à pouco tempo que actualmente nos Açores o caso é bem diferente:

    para começar os bezerros que nascem, devido ao excesso de animais que já existe na ilha e por directivas da UE, devem ser incenerados. Para o fazerem os produtores recebem um subsídio de 75 euros por cabeça.

    Calcula-se que por semana, nos Açores se incenerem entre 800 e 1000 bezerros.

    Porquê? Porque sai-lhes mais barato e por que são subsidiados.

    É ainda de citar que na ilha o numero de animais é muito superior às zonas de pasto, isto é… não é possível apascentar todas as vacas. Para resolver este problema de escassez de alimento, os produtores importam rações. Estas são por norma transgénicas.

    Alias, qualquer um de voz pode confirmar numa qualquer loja de rações para animais, até aqui no continente, que é já praticamente impossível encontrar rações que não o sejam. Desafio-vos a ler os rótulos.

    Se ainda não deixaram de consumir produtos derivados de animais, tenho a certeza que nesse momento o vão repensar seriamente.

    Responder

  5. Oi, Malu!

    Parabéns pela proposta do site!

    Fiquei com algumas dúvidas em relação a este post: qual a fonte das informações conitdas no texto acima? E qual é o nome do livro mencionado (de autopria de Robert Cohen)?

    Agradeço pela atenção e aguardo retorno!
    Bruno
    http://questionandooespecismo.blogspot.com
    /

    Responder

    • Olá Bruno,

      Obrigada a voce pela atenção!
      A informação que voce quer já está no texto. Atualizei as fontes.

      Abraços.

      Responder

    • Já conheço o seu blog, parabéns e estamos adicionados no Facebook 🙂

      Vou enviar uma mensagem privada com alguns links dos meus blogs, grupos e páginas do Facebook com material que pode ser importante.

      Responder

  6. Posted by FOME on Abril 7, 2011 at 02:14

    isso é bastante convincente, para um LEIGO!

    400.000.000 pus?! pus é uma unidade agora?!
    tem muita mentira ai.
    espero que não apague esse comentário pois a assim como eleogios espero que aceite críticas. =)

    Leite é um alimento de baixo custo que garante a população proteínas, gorduras e minerais necessários na dieta. Quem tem poder aquisitivo maior tem outras opções para substituir esse tipo de alimento.

    Responder

    • Aceito críticas e gostaria de saber quais as mentiras, quais assuas fontes?
      … mas é bom ler com atenção – PUS = CÉLULAS SOMÁTICAS:

      “O leite que ingerimos vem recheado de fezes, grande fonte de bactérias, que chegam à nossa mesa com milhões de células somáticas (conhecidas como PUS). Na Comunidade Européia e no Canadá só é permitido 400.000.000 de pus por litro, em outros locais não saberia dizer.”

      Responder

  7. Posted by nuno miguel vocals on Fevereiro 12, 2011 at 00:20

    FANTÁSTICOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: