E OS OVOS?

A crueldade por detrás dos ovos

De Onde Vêm os Ovos?

Os ovos que habitualmente você encontra nos supermercados onde faz compras, foram produzidos em regimes de produção intensiva em que as galinhas poedeiras são criadas e mantidas em gaiolas de bateria.

O sistema de gaiolas de bateria é um sistema industrial em que as galinhas poedeiras vivem em pequenas gaiolas de arame, que partilham com outras galinhas.

Estas gaiolas estão empilhadas umas em cima das outras, formando as chamadas baterias. Chegam a estar nesta disposição, no mesmo armazém, sem ar fresco nem luz natural, cerca de 90.000 galinhas.

Segundo a legislação comunitária (e, conseqüentemente, a nacional), cada galinha poedeira deve ter um espaço de 550 cm2 – o equivalente a menos de uma folha de papel A4. Noutros países, nomeadamente nos EUA, o espaço em que são mantidas ainda é menor.

As galinhas poedeiras passam as suas vidas inteiras fechadas e apertadas em gaiolas de bateria, tendo um espaço para se mover menor do que uma folha A4. Não podem estender, nem sequer abrir as suas asas. Não têm condições para tentar voar, como precisariam fazer, e nunca conseguem pôr em prática o seu forte instinto de procurar um ninho onde pôr os seus ovos. Limitam-se a ter vidas de sofrimento e frustração, sendo tratadas como autênticas máquinas de produção de ovos.

Depois de cerca de um ano de vida enquanto galinhas poedeiras, os ossos destas estão tão fracos devido à falta de exercício e à exigência de estar sempre a pôr ovos, que podem facilmente, como acontece a muitas, ficar com os ossos quebrados quando são levadas para abate, para que também a sua carne seja consumida. As galinhas que são criadas em sistemas de produção intensiva mas sem estarem presas em gaiolas sofrem pouco menos, mas sobre exploração das suas capacidades biológicas e a sobrelotação dos aviários impõem-lhes um sofrimento constante.

Uma galinha será feliz se puder debicar, correr, banhar-se com terra ou pó, refugiar-se sempre que se sentir vulnerável e construir o ninho onde porá os seus ovos. Infelizmente, esta felicidade não é atingida, nem nas gaiolas de bateria, nem nas gaiolas “enriquecidas”, que erradamente se propõem como alternativas às anteriores. Na verdade, nem nos aviários de criação intensiva que não têm gaiolas, embora nestes as galinhas tenham mais liberdade.

Para além do imenso transtorno emocional que este sistema provoca às galinhas poedeiras, a própria constituição das gaiolas traz a estes animais graves problemas físicos. O chão de arame é bastante prejudicial para os seus pés, pois, à medida que as unhas crescem, vão-se enrolando no arame, reduzindo ainda mais a capacidade das galinhas se movimentarem, e muitas vezes incapacitando-as de chegar à comida e à água. Devido à excessiva proximidade a que são forçadas pela constante sobrelotação, as galinhas desenvolvem comportamentos agressivos, atacando-se entre si. Numa tentativa de evitar as mazelas físicas resultantes das lutas – desde logo, pelo negativo impacto econômico que isso geraria para a indústria aviária –os produtores pecuários cortam, com uma lâmina mecanizada quente, cerca de um terço dos bicos das galinhas, sem que sejam sequer anestesiadas.

Mais uma vez, esta é uma forma de tratar o sintoma, ao invés de tratar a causa do problema.
No fim das suas curtas vidas, que terminam ao fim de um ano de poedeiras, também estas galinhas são mortas. Antes de serem mortas, e ao serem pegadas e transportadas pelos funcionários dos aviários e dos matadouros, os ossos das galinhas quebram facilmente, devido à fragilidade dos seus ossos – atrofiados por, ao longo de um ano, não se conseguirem movimentar dentro das suas exíguas gaiolas.

No entanto, mesmo as galinhas poedeiras mantidas nas criações extensivas serão mortas, ao fim de algum tempo. O consumo de ovos é completamente desnecessário para uma alimentação humana saudável e equilibrada. Na verdade, o consumo de ovos representa um acréscimo de consumo de proteína animal, o que pode ter conseqüências negativas para a saúde humana.

O aumento do colesterol, associado ao consumo de ovos e proteína animal, e os constantes casos de salmonelas causados pelo consumo de ovos, são apenas alguns dos exemplos que mostram como a inclusão de ovos numa dieta não só é desnecessária como não é saudável. Além disso, a única maneira que temos de verdadeiramente garantir que nenhuma galinha sofra ou morra para a produção de ovos é sermos VEGANOS.

Fonte: http://www.animaisexcepcionais.org

13 responses to this post.

  1. Posted by adriano on Outubro 21, 2013 at 14:50

    Bom dia, eixei de comer carnes em respeito aos animais, porém utilizo ovos caipira de pequenas empresas localizadas aqui em Cuiabá – MT, desta forma creio não cometer nenhum crime a vida destes seres! Obrigado pelos conteúdos enriquecedores!

    Responder

  2. Posted by Rose on Outubro 2, 2013 at 14:11

    Concordo sobre o sistema de tratamento que é imposto ao ciclo de vida das galinhas, a tortura emocional do animal, mas acho que se é para realizar alguma coisa de fato, porque não o órgão que fiscaliza maus tratos ao animais confinados, não toma uma atitude, eu adoro ovos, e tenho uma linda criação de galinhas caipiras em casa, vivendo soltas e bem tratadas. Mas não podemos se privar de alimentos saudáveis por que a quem cabe o dever de exigir com a sua fiscalização não faz nada.
    Se o órgão a quem tem o devido trabalho impedir este tipo de tratamento, continuaremos comprando ovos e com uma certeza que não foi prejudicado nenhum animal.

    Responder

  3. Posted by RAFAEL on Setembro 12, 2013 at 14:50

    Muito bom o site tem informaçoes uteis de grande valor porem gostaria de deixar um critica a este artigo sobre os ovos, claro que ha crueldade com as aves nesse sistema e sou totalmente contra, por isso consumo ovos caipiras mesmo onde as galinhas tem regime de liberdade apesar de ser limitado o local….ovo é um dos melhores alimentos do mundo comprovado cientificamente, ovo nao tem colesterol o colesterol é devido ao oleo que se usa para frita-lo tem milhares de artigos defendendo o ovo por ser um alimento com uma das maiores cadeias de nutriente para nosso corpo, veja artigos do Lair ribeiro recomendo é muito bom mesmo! e quanto a salmonela somente consumindo ovo cru para se contaminar! admiro o site e o artigo porem antes de falar mau de algum alimento deve-se aprofundar mais! grato e obrigado pelo site tem realmente informaçoes importantissimas!

    Responder

  4. Posted by Simone Maciel dos Santos Silva on Agosto 5, 2013 at 11:47

    Moro em apartamento, pena que eu não tenho uma chácara para criar minhas próprias galinhas. Sei que existe frutas e legumes orgânicos ,ou seja, sem agrotóxicos. Queira a Deus eu morar numa chácara com um pequeno cultivo de verduras, temperos e pomar! Tem como comprar ovos de galinhas bem criadas, sem todo esse sofrimento? E como são produzidos os ovos de codorna nas indústrias?

    Responder

  5. Não gosto de carne nem de leite desde criança,mas este ponto de vista védico me parece místico demais!

    Responder

  6. Posted by Nelson Granja on Novembro 7, 2012 at 16:34

    Uma grande cruendade é causada ao planeta quando joga-se a lama retirada das estações de tratamento de água (veja bem não estou falando de esgostos) de volta aos rios. E muita gente usa água com fluor para lavar calçadas, carros. Não importa o que você faça, vai descobrir que o homem está desperdiçando, destruindo, explorando, etc . Viva a vida de acordo com seus princípios e reze para ser salvo. Boa sorte. No mais estarás dando tiros no escuro.

    Responder

  7. Posted by alcione perone on Setembro 24, 2012 at 19:58

    sou vegetariana ;na minha alimentação uso ovos ,mas eu não sabia desta crueldade ;agora vou tomar mais cuidado guando comprar os ovos de preferencia os caipiras

    Responder

  8. Posted by Nina on Novembro 9, 2011 at 20:32

    Nem tanto ao céu,nem tanto`a terrra.Acho que a falta de informação é o primeiro aliado de preconceitos, de mitos criados, de intolerância de qualque tipo. Não sou vegetariana, mas não é por isso que aceito maus-tratos com qualquer animais.E por pessoas corruptas e sem ética nenhuma, que estamos desinformados a respeito de muitas pesquisa SÉRIAS sobre alimentação.Sou apenas uma simples dona de casa, que ao assistir uma reportagem sobre o leite, quase cai do estofado…,pois quando fui ao médico com a minha mãe,que tem 72 anos, ele DISSE PARA ELA TOMAR LEITE PARA OS OSSOS,mesmo ela falando que o leite não fazia-lhe muito bem.Puxa que loucura! Acho que nós deveríamos nos unir mais e repassar informações que temos,do que ficar brigando e diminuir o outro,pois isso não leva a nada.Gera apenas mais confusões e desinformação. Tento até hoje que meu marido não tome mais leite, mas ele não aceita.Nao é por isso que vou mandá-lo embora,né? Com paciência e informação, garanto que eu chego lá. Até.

    Responder

  9. Posted by Mel on Outubro 5, 2011 at 12:53

    Só porque considera o ovo saudável para a saúde humana já considera válido a existência de toda esta tortura? Tenho pena de si.

    ps: não sabia que pus, sangue, bactérias e proteínas não digeríveis são saudáveis para o humano, estando toda essa poça de porcaria presente no leite. Informe-se. Há alimentos verdadeiramente saudáveis e que não implicam toda esta exploração. Pense um pouco para além de si.

    Responder

  10. Posted by Elyse on Abril 28, 2011 at 20:51

    “Para além do imenso transtorno emocional que este sistema provoca às galinhas poedeiras” Como é que é ? Transtorno emociaonal em galinhas ?? Fala sério né , até concordo que não deveriam ser tratadas assim , mais o ovo é TOTALMENTE saudavél para a saúde humana , provado e comprovado , assim como o leite .

    Responder

    • Posted by Rafael Félix on Outubro 23, 2011 at 18:10

      O ovo é sim saudável meu amigo , mas o problema está na hora de você comprar.
      Olha o sofrimento das galinhas para você poder comprar uma dúzia no supermercado aí perto da sua casa.Não vale a pena meu irmão . . .

      Responder

      • Posted by Gerson on Janeiro 3, 2014 at 21:33

        Os FINS nunca irão justificar os MEIOS…NUNCA. Ok, os ovos fazem bem à saúde, mas e daí, se a fonte (as galinhas) deles sofre, não é mesmo?!?!?!? Em outras palavras, dane-se a fonte, o importante é meu bem estar (estou sendo irônico). Gente, a coisa não é pra ser assim. O veganismo é um movimento ético e se preocupa com a causa animal, pois eles não são nossos para comer, vestir, experimentos. abusos ou qualquer outro meio.

        Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: